Você está aqui: Página Inicial / A Câmara / Notícias / Câmara sanciona Lei ignorada pelo Executivo

Câmara sanciona Lei ignorada pelo Executivo

por rafael — última modificação 16/05/2017 07h32

 

 

O presidente da Câmara José Teixeira Rodrigues Júnior, adotou uma medida pouco usual dentro da Casa, mas por força da Lei, foi obrigado a sancionar um projeto de Lei ignorado pelo prefeito Ari Lucas de Paula Santos.

 A Lei sancionada e promulgada pelo presidente do Legislativo é a de n.º 711/2017, nos termos do art. 51 § 7º, da Lei Orgânica Municipal, é uma extensão da Emenda Aditiva n.º 02/2017 do Projeto de Lei n.º 06/2017, cujo veto foi derrubado pelo Plenário da Câmara Municipal.

 A Lei promulgada por Juninho Teixeira fixa carga horária para os efetivos de auxiliares e técnicos de enfermagem, com carga horária de 40 horas semanais, com cumprimento de 8 horas diárias. A medida também define os trabalhos em plantões, que não contratarão como carga horária diária/semanal de trabalho e sim como prestação de serviço contratados pela Prefeitura Municipal. Assim os plantões serão escalados para cobertura de trabalho de pronto atendimento de urgência, iniciando às 19 horas e encerrando as 7 horas, durante todos os dias da semana.

“Tivemos que adotar essa medida devido a inércia do Executivo”, ressaltou Juninho. “Dessa forma promoveu-se a promulgação e a sanção do texto da Emenda Aditiva nº 002/2017 na forma de uma nova Lei, Lei 711, para facilitar a compreensão de todos, especialmente dos cidadãos, inclusive ao longo do tempo”.


Reunião Ao vivo

Como você gostaria de acompanhar nossas reuniões?

Site - transmissão ao vivo
Site - TV Câmara gravaçao
Site - Rádio Web
Rádio convencional
spinner
Total de votos: 99

Facebook  Youtube Ico Whatsapp Telegram

« Abril 2020 »
month-4
Do Se Te Qu Qu Se Sa
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2